Há vários meses que a guerra pelas licenças de eventos de surf estalou no Havai. A própria WSL (World Surf League) e a Câmara de Honolulu (Oahu, Havai) viram-se envolvidas na polémica no início do ano, relativamente à atribuição e pedido de licenças para as várias provas que têm lugar a cada temporada no arquipélago havaiano, levando mesmo a comunidade a supor de que o Havai estaria fechado para eventos de surf. 

No entanto, tudo acabou por ficar esclarecido com a divulgação das novas licenças e datas para o próximo triénio (até 2021). Além do Big Wave que tem lugar em Maui, do Eddie Aikau em Waimea Bay e o Da Hui Shootout, também constam deste novo pacote de licenças 6 provas da WSL e uma de bodyboard – o Mike Stewart Pipe Challenge. 

Indo de encontro à notícia adiantada pela Vert, depois de um hiato de um ano, precisamente por ter visto a licença ser negada, o bodyboard está de regresso a um dos seus principais palcos – Pipeline. A prova, que tem período de espera entre 24 de fevereiro e 8 de março, já perto do final da temporada havaiana, deverá usar 4 dias para realizar a competição de bodyboard e bodysurf (1 dia). 

Falta saber se contará pontos para a APB Tour e qual a grelha e número de competidores + convidados que será utilizada. Em todo o caso, boas notícias!

– Sunset Open (QS1,000), Sunset Beach, 18 – 28 janeiro

– Volcom Pipe Pro (QS3,000), Banzai Pipeline, 29 janeiro – 10 fevereiro

– HIC Pro (QS3,000), Sunset Beach, 28 outubro- 10 novembro

– Hawaiian Pro (QS10,000 + Triple Crown), Haleiwa Beach, 13 – 24 novembro

– Vans World Cup (QS10,000 + Triple Crown), Sunset Beach, 25 novembro – 7 dezembro

– Billabong Pipe Masters (WCT + Triple Crown), Banzai Pipeline, 8 – 20 dezembro

Mike Stewart Pipe Challenge, Banzai Pipeline, 24 fevereiro – 8 março

Comentários