O Sintra Portugal Pro está de volta, entre os dias 7 e 12 de setembro para a sua 25.ª edição. O mais antigo evento de desportos de ondas realizado em Portugal sofreu uma interrupção o ano passado, por força da pandemia, mas está de regresso e com importância reforçada.

A atribuição do título mundial da variante de dropknee, dos troféus World Cup of Bodyboarding open, feminino e projunior, todos sancionados pela International Bodyboarding Corporation (IBC), é uma prova de confiança da entidade que rege a modalidade no panorama mundial, explica João Campos, responsável pela organização.

“A realização deste Sintra Pro 2021 é um feito que nos enche de orgulho. O ano passado tentámos até à última hora colocar de pé este evento mas fomos frustrados pelo agravamento da pandemia e as restrições que colocou à circulação dos atletas internacionais. Este ano, com a implementação de rigorosas medidas de segurança, e com a experiência que desenvolvemos em Portugal na realização de provas de surfing, podemos garantir tranquilidade e sucesso desportivo com a atribuição do título mundial de dropknee da IBC World Cup of Bodyboarding. Um feito que só é possível graças ao extraordinário apoio da Câmara Municipal de Sintra, nosso parceiro desde a primeira edição, há 26 anos.”

A organização espera a participação de cerca de 100 atletas oriundos de 18 países, tendo confirmadas já as presenças dos campeões mundiais Sammy Morretino, Dave Hubbard (Havai), Sari Ohhara (Japão), e dos ex-campeões mundiais Pierre-Louis Costes (França), Amaury Lavernhe (França), Alexandra Rinder (Canárias), Isabela Sousa (Brasil), além das portuguesas Joana Schenker e Teresa Almeida.

João Campos sublinha ainda que, apesar das contingências pandémicas, esta não será uma organização de recurso:

“Esta é uma oportunidade de ouro para mostrar a capacidade organizativa dos portugueses e a vitalidade do nosso surfing. Recordo que o ano passado, numa altura em que o mundo dos desportos de ondas estava paralisado pela Covid-19, Portugal realizou Nacionais de Bodyboard e Surf com estruturas altamente profissionais. No Sintra Portugal Pro vamos, pelo menos, emular esse sucesso, com uma estrutura e meios de divulgação como nunca tivemos, entre os quais sublinho um webcast da mais alta qualidade. Não queremos deixar de dar espetáculo e, acima de tudo, mostrar que há surfing e vida além da pandemia.”

Mais novidades a seu tempo, mas para já fica esta boa novidade que o campeão mundial em dropknee em 2021 será definido em Sintra. xxx