Está tudo a postos para o primeiro Prime de Bodyboard!

A primeira prova Prime do Bodyboard Pro Tour irá avançar já amanhã na Ericeira, respeitando assim o call final das 24h. O check in está marcado para as 9 horas na praia da Empa. Segundo Nuno Olim, diretor da prova, “As previsões parecem bastante animadoras e vamos ter com certeza um bom espetáculo de bodyboard.”

Com um formato diferente dos anteriores campeonatos nacionais, a ideia desta mudança foi juntar os melhores do ranking e proporcionar-lhe condições excecionais para a prática deste desporto para a disputa do título.

De um total de 120 atletas, apenas 16 participarão nesta fase Prime que consta de duas provas (Ericeira e Nazaré). Assim sendo foi calculada uma pontuação para os atletas participantes no Prime baseado no seu desempenho nas três melhores provas realizadas anteriormente (Sagres, Açores, Santa Cruz e Cortegaça).

“Baseado no ranking atribuímos 1000 pontos ao primeiro lugar, 860 ao segundo, 730 ao terceiro e assim sucessivamente. É como se tivéssemos concentrado toda a pontuação das provas anteriores numa só e agora vamos acrescentar a pontuação destas duas provas Prime para decidir o vencedor”, aclara o diretor de prova.

Hugo Pinheiro (na foto), Manuel Centeno e o atual campeão nacional João Barciela são os nomes dos atletas que lideram neste momento o ranking e que têm grandes expectativas relativamente ao novo formato da prova.

“Espero que sejam duas etapas com altas ondas para podermos dar um bom espetáculo e termos uma boa exposição nos media para que o bodyboard seja verdadeiramente reconhecido”, refere Hugo Pinheiro.

Nesta prova participarão ainda dois wild cards locais do Ericeira Surf Clube: Filipe “Cabrela” Raposo e Micael Neves.

Amanhã será feita igualmente a finalíssima da categoria Dropknee com os atletas Nicolas Rosner, Rui Bonacho e Tiago Pimentão a ocupar os lugares cimeiros do ranking e com a disputa do título ainda em aberto.

O Ericeira Pro é organizado pela Associação Portuguesa de Bodyboard (APB) e pelo Ericeira Surf Clube e conta com apoio Institucional da Federação Portuguesa de Surf (FPS).