Como se se tratasse de um presente de Natal antecipado, hoje acordámos com o lançamento do calendário da APB Tour para 2016. Depois de um ano de interregno, diga-se forçado, Pipeline volta a fazer parte do figurino fazendo mesmo o arranque da próxima temporada no final de fevereiro. A parte menos boa é que a prova, aquela onde tudo começam há quarenta anos atrás, apresenta apenas um prémio de 10 mil dólares.

Mas as novidades não ficam por aqui. Quatro novas etapas constam do calendário 2016: Teahupoo (Taiti), Viana do Castelo (Portugal), El Fronton Showdown (Ilhas Canárias) e Martinique (Caribe). Se de Viana do Castelo não temos qualquer dúvida que irá acontecer, o mesmo já não podemos dizer das restantes três provas apresentadas que, à partida, muito dificilmente terão lugar. A etapa do Taiti é um bom exemplo, quase parece um romance por acabar, pois embora conste do calendário anos após ano a verdade é que acaba por nunca ter lugar.

Nas senhoras e júniores o tour é composto de quatro paragens, no dropknee apenas de uma (Sintra) e no circuito masculino, à exceção da etapa inaugural, em Pipe, as restantes dez permanecem por confirmar (TBC = To Be Confirmed). Caso todas as etapas tenham lugar o valor total dos prémios para 2016 é de 465 mil dólares.

A perna portuguesa também conquista especial relevo uma vez que agora detém três etapas a serem realizadas no país no espaço de um mês (Sintra, Viana do Castelo e Nazaré).

Para terminar, vale sublinhar que Jared Houston (África do Sul), Alexandra Rinder (Ilhas Canárias), Dave Hubbard (Dk – Havai) e Sócrates Santana (Projúnior – Brasil) são os campeões mundiais em título.

Clica na imagem em baixo para ver o calendário.

apbtour-2016-calendar

Comentários