Depois de ter entrado para a equipa da Versus há precisamente um ano, Bernardo Tomé renovou com a marca australiana e está pronto para uma nova temporada desportiva, ainda mais depois de ter fechado 2019 com chave de ouro ao vencer o último campeonato do ano em boas ondas na Ericeira. 

Para atacar o ano 2020 o bodyboarder de Santa Cruz escolheu duas pranchas distintas para o inverno português. 

“Optei pelo mesmo modelo que usei o ano passado, a Versus IKON em NRG core, com rails 60/40, crescent tail, rede, 1 stringer e quad concave, pois gostei muito da resposta dada pelo quad concave que acrescenta um extra de velocidade. Também desci um quarto de polegada, de 41 para 40,75, e esta prancha é a que vou usar nos mares mais pesados e em sessões de ondas boas de fundo de pedra. É preciso uma prancha flexível, mais pequena para obter mais controlo em ondas tubulares e de resposta rápida ao atacar o lip”, começou por dizer. 

“Este ano resolvi experimentar o modelo do Dave Winchester, pois agradou-me bastante o shape mais reto da prancha, embora tenha uma base maior e um nose ligeiramente mais largo que a IKON. Nesta prancha mantive o tamanho 41 e o core NRG com rede, mas em ISS. O objectivo da ISS é poder ter uma prancha um pouco mais rija e poder ir trocando de stringer consoante as condições, obtendo mais ou menos resposta de acordo com o que procuro”, acrescentou.  

Definidas as armas, Tomé vai-se mantendo ativo em várias sessões da costa oeste e aguarda apenas a definição do calendário de provas nacionais. Da equipa da Versus fazem ainda parte Joel Rodrigues e Nuno Azevedo.


Vídeo: Fred Palha | Foto ação: Vanlife Productions

Comentários