Com a previsão de entrada de um novo swell, ontem, era de esperar que alguns dos mais conhecidos spots nacionais estivessem à pinha. Supertubos, em Peniche, foi uma das praias que debitou algumas ondas, mas que também registou um crowd elevado.

Como por vezes sucede nestas alturas, crowd significa problemas e quezílias na água. A violência da imagem que partilhamos acabou por ir parar às redes sociais e chamou a nossa atenção. Afinal de contas, não é todos os dias que um pedaço de prancha é arrancado (literalmente) à dentada! 

O estranho caso teve lugar ontem e, ao contrário do que se julgava inicialmente, não teve qualquer surfista local envolvido, mas antes dois surfistas de nacionalidade portuguesa provenientes de zonas circundantes.

O episódio está a ficar conhecido na comunidade como o “Homem-tubarão” e reza a história que um “dropinou” o outro, sem querer, realce-se, numa onda que afinal era um “close-out”. 

“Fui hoje surfar a Peniche e um local furioso disse-me que ou saía da água ou partiria a minha prancha de surf. Como não a conseguiu partir, decidiu morder e mastigar um bocado de foam. Não soube se deveria borrar-me todo, rir ou gritar tubarão!”, escreveu o surfista lesado junto à imagem que se encontra em cima. 

Agora, já se diz por aí que há pastas de dentes (dentífricos) interessadas em patrocinar o “Homem-tubarão”! Brincadeiras à parte, o que nos parece mais importante realçar é que na água deve imperar sempre o bom senso. A vida é só uma, tratou-se de uma onda entre as milhares que dão à costa. 

Aproveitemos os últimos dias do verão, tranquilos, com calma, respeito mútuo, sem problemas, e, de preferência, com algumas ondas no papo. 

Carpe diem. 


Confere aqui a previsão para o fim de semana