Se bem se recordam, Daniel Fonseca foi um dos bodyboarders portugueses que investiu recentemente numa temporada pela Austrália. Pelo caminho, a participação em alguns eventos de cariz nacional, um ou outro resultado de destaque que resultaram num quinto lugar no ranking final.

A semana passada também Miguel Serrão deu que falar ao vencer uma prova de cariz regional. O próprio contou à Vert o essencial sobre a conquista: 

“Isto é um género de regional que fazem em Sydney. Tem lugar nas Northern Beaches e é organizado pelo Sydney Bodyboard Club. O circuito teve 6 etapas por Whale Beach, Mona Vale Beach e Curl Curl Beach. Este ano foi a primeira vez que entrei. Por cá, na Austrália, também se encontram Fred Palma, Zé Sentieiro e Tiago Moura que também acabaram por entrar nos campeonatos. Foi uma espécie de reviver os esperanças. É uma boa vibe, não tem muita gente, as provas começam nos oitavos ou quartos de final. Acabei por ir à final em quatro etapas, mas nunca fiquei em 1.° lugar, fui sempre segundo e tive um terceiro lugar, acho. Com a vitória na última etapa, ganhei o circuito e acabei por conseguir o patrocínio da NMD. O Ben Player tem estado bastante ligado a este clube, tal como o irmão, Toby, mas não entraram na competição”.

Miguel Serrão, que é de Lisboa, encontra-se na Austrália há já três anos. Primeiro fez o mestrado de dois anos em arquitetura e depois começou a trabalhar num atelier que fica fica mesmo ao lado da praia onde costuma surfar à hora de almoço. “Tem estado a correr muito bem até agora”, termina por dizer.

Até apetece perguntar: Que mais se pode pedir?

Vamosss tugas! 

Noticia_Serrao2

Comentários