Parece mentira e impossível, mas é mesmo verdade. A APB Tour já lançou o calendário de provas (temporário) para 2018 e, efetivamente, Banzai Pipeline não faz parte dos planos. É que nem consta como “tentative”, o que só vem atestar o zunzum dos últimos dias e confirma por completo o afastamento da etapa havaiana do circuito mundial.

No lado masculino são 10 as provas em agenda, com duas possíveis novidades – Kiama, na Austrália, e África do Sul. A perna portuguesa, com 3 provas (Sintra, Nazaré e Viana do Castelo), mantém-se e continua a ser a parte mais rica do World Tour (total de 80 mil USD em prémios só na categoria masculina). 

As senhoras vão contar com 6 etapas, sendo que 50% desse número tem lugar em território nacional – Sintra, Ilha da Madeira e Nazaré. 

Para terminar, Viana do Castelo acolherá a única prova Pro Junior agendada e Sintra a única na divisão Dropknee. Se não houver alterações, isto significa, à priori, que dois campeões mundiais serão definidos no mar de Camões. 

SISTEMA DE PONTUAÇÃO

Masculino – Para as contas finais do ranking serão contabilizados os melhores três (3) resultados em eventos de categoria Grand Slam e os dois (2) melhores resultados das restantes provas que apresentem categoria entre 1 e 4 estrelas. No total, para o ranking final de cada atleta, contam os cinco melhores resultados;

Feminino – Para as contas finais do ranking serão contabilizados os melhores três (3) resultados de cada atleta. 

aqui os rankings finais do ano passado. 

Noticia_calendarioAPB2018

Comentários