Boas notícias para o bodyboard português. Com o término do ISA World Bodyboard Championship, ontem, em Iquique, no Chile, chegou também a confirmação que Teresa Almeida alcançou a medalha de ouro na competição feminina.

A atleta portuguesa, de 22 anos, que em outubro último já se tinha sagrado vice-campeã europeia; esmagou a concorrência na final com um score de 12.83 pontos, deixando as adversárias com pontuações combinadas abaixo dos 10 pontos. A brasileira Neymara Carvalho foi segunda classificada, enquanto a francesa Anne-Cecile Lacoste foi terceira.

Sobre a conquista a bodyboarder oriunda da Nazaré comentou: “Eu ainda não acredito que venci, mas estou muito contente. A minha estratégia passou por fazer boas ondas logo de início para poder controlar a bateria e escolher as melhores ondas. Obrigado a todos pelo apoio!”


No masculino a competição foi vencida pelo fenómeno sul-africano, Tristan Roberts, que já se havia sagrado campeão mundial de juniores na APB World Tour em setembro último e assim averbou mais um título à carreira. A prata foi para o francês Amaury Lavernhe, enquanto o chileno Gabriel Brantes agarrou o bronze.

Nos Sub-18 quer Miguel Adão como Madalena Guerra também estão de parabéns, pois alcançaram a final das suas categorias com desempenhos sólidos. Miguel não conseguiu melhor que o quarto lugar e viu o local chileno Yoshua Toledo levantar a taça. Já Madalena terminou na terceira posição e viu a peruana Carolina Botteri alcançar o ouro.

No Dropknee a luta foi renhida, com quatro nomes fortes do boodyboard mundial, mas no final quem saiu na frente foi o francês Amaury Lavernhe. O peruano Cesar Bauer foi 2º e o sul-africano Iain Campbell 3º classificado.

Com os resultados obtidos nas diversas categorias a seleção nacional selou a sua participação neste Campeonato Mundial com um 4º lugar, perdendo apenas para as seleções da África do Sul (3º), França (2º) e Chile (1º).
Teresa2


Fotografia: Rommel/ISA

Comentários