Temporada de inverno a mostrar-se generosa nos últimos dias com garantia de mais ondas e swell até à próxima segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018. Confere a previsão: 

31 de janeiro, quarta-feira

Seguindo a tendência de terça-feira, o vento vai manter-se fraco a moderado do quadrante leste de manhã (até às 12h) rodando para norte à tarde. Swell de NO cai de 1,6m (terça-feira) para 1,3m (quarta-feira) com 12 segundos de período, mas ainda assim a garantir surf nos beach-breaks mais consistentes, como Moledo, Mariana, Aguçadoura, Leça da Palmeira, Espinho, Costa Nova, Murtinheira, Praia do Norte, Belgas, Santa Cruz, São Julião, Praia Grande, Costa de Caparica, Monte Clérigo, Amado e também o barlavento e sotavento do Algarve. Ondas em geral entre 0,5 e 1,0m, mas a PN poderá debitar vagas um pouco maiores. A matinal é de aproveitar. 

1 de fevereiro, quinta-feira

Ainda com vento fraco de manhã (a aumentar com o passar das horas) a situação começa a mudar com a nortada a dar sinal durante todo o dia. Ondulação de NO também em crescendo, sendo de 2,1m com 9 segundos de período de manhã e ao final do dia de 3,3m com 15 segundos de período. Matosinhos, com 1 metro, é a melhor opção a norte; Cabedelo da Figueira, Supertubos e a Linha de Cascais conquistam as atenções ao centro; Arrifana e alguns spots do barlavento e sotavento algarvios levam a preferência a sul.  

2 de fevereiro, sexta-feira

Ondulação ainda de NO a cair de 3,9m para 2,6m com 14 segundos, com o vento a querer mudar de norte para ENE com o passar das horas. Vamos ter uma situação de quase offshore ao longo da costa, o que significa que spots como Viana do Castelo, Praia da Barra, Praia do Norte, alguns reefs da costa oeste, Ericeira, Costa de Caparica, Arrifana, Ponta Ruiva e Tonel estarão a funcionar, com surf entre 1,0 e os 2,0m.  

3 de fevereiro, sábado

Vento a assumir-se de leste de manhã, de intensidade fraca, a rodar para o quadrante norte a partir das 12h. Ondulação ainda de NO a cair de 1,8m para 1,6m com 11 segundos de período. Os beach-breaks mais consistentes da costa voltam a levar a preferência: Moledo, Arda, Leça, Costa Nova, S. Pedro de Moel, Foz do Arelho, São Julião, Praia Grande, Costa de Caparica, Zambujeira do Mar, Carrapateira e Tonel. A matinal é de aproveitar.  

4 de fevereiro, domingo

O vento volta a intensificar-se e oscila entre o quadrante norte e este-nordeste. Swell também sobe de 2,0m até 3,0m com 13 segundos de período. Matosinhos, com cerca de 1,0m, é a principal opção no Porto, Cabedelo da Figueira a funcionar com ondas de 1,0 a 1,5m, o Canhão da Nazaré poderá revelar algumas bombas entre os 3,0 e 5,0 metros, Supertubos com cilindros de 1,0 a 2,0 metros, Carcavelos a animar a comunidade com ondas de 0,5 a 1,0m (dependendo das marés), Margem Sul com ondas de 1,0 a 1,5m, São Torpes, Arrifana e Beliche (0,5m). 

5 de fevereiro, segunda-feira

A semana a iniciar com swell consistente de 3,0 metros vindo de noroeste, 13 a 14 segundos de período. Vento forte de norte a dar ligeiros toques de ENE. As opções do dia anterior mantêm-se, mas definitivamente com mais vento. Spots mais abrigados e virados a sul, como Matosinhos, Supertubos/Molhe Leste, Carcavelos, São Pedro, São João do Estoril, Arrifana e Zavial, a levarem a preferência nas opções. 

Boas ondas! 

Comentários