Em comunicado, a Câmara de Vila Nova de Gaia avança que determinou “a interdição das praias fluviais e marítimas”, decisão que está a comunicar às respetivas entidades, nomeadamente Polícia Marítima e Polícia Municipal.

Apesar de não ter competências para atuar nestes locais, a Autarquia desaconselhou a frequência de centros comerciais e demais zonas de acesso público fechadas, apelando a que a frequência destes espaços seja “cingida ao estritamente necessário”, e ainda apelou a um “acesso condicionado a feiras e mercados ao ar livre, prioritariamente para suprir necessidades estritas”.

“Agradecemos a compreensão de todos e a adoção, por cada um, dos comportamentos aconselháveis face à gravidade do problema, colocando o civismo e a responsabilidade cidadã e a saúde pública em primeiro lugar”, termina a nota da autarquia.

A Vert Magazine sabe que o Município de Cascais também está a equacionar encerrar as praias do concelho, ainda mais depois do cenário verificado na última quarta-feira (ver foto em rodapé), precisamente numa altura em que o Governo apelou a uma maior contenção por parte da população. xxx

Comentários