Num fim de semana de festa para o bodyboard figueirense e para a Associação de Bodyboard Foz do Mondego onde, além de iniciar o seu 20º Circuito Inter-sócios, celebrou também 21 anos de vida, Neptuno fez a vontade aos bodyboarders ao produzir ondas de classe mundial na Praia do Cabedelo. 

Ondas de mais dois metros durante o sábado, de excelente formação, elevaram o nível a um patamar altíssimo. Na categoria Open foram três as gerações presentes na final, mas foi Luís Pereira “Porkito”, de 35 anos, quem surfou melhor e acabou por levar a vitória para casa. Jaime Jesus, um dos melhores a nível nacional, terminou em 2º lugar, enquanto Miguel Adão (campeão europeu júnior) e Afonso Alexandre ocuparam os terceiro e quarto lugares, respetivamente.

Em Sub-18, Afonso Alexandre não deu hipótese e venceu a prova, deixando Tomás Silva em segundo lugar. Na terceira posição a surpresa do evento, João Lé, enquanto André Rodrigues, da Praia da Vieira, ocupou o quarto lugar.

Durante a tarde realizou-se ainda uma Expression Session entre Masters (+35 anos) e Dinossauros (+40 anos). Em ondas absolutamente clássicas os destaques ficaram por conta de Alfredo Coelho, Gonçalo Alves, Rui Silva, Benjamim Cardoso e Miguel Gravato.

Depois das emoções na praia, seguiu-se o jantar de aniversário que assinalou os 21 anos de vida da ABFM. Realizado em ambiente familiar e de amizade, foram mais de cem as pessoas que estiveram presentes. Nele a direção entregou alguns prémios referentes ao ano de 2014:

Atleta do ano: Miguel Adão
Revelação do ano: Carolina Esteves
Homenagem do Presidente por serviços à ABFM: Ivo Batista
Treinadora do ano: Teresa Cardoso
Homenagem apoio ao bodyboard: Açoreana Seguros
Alunos do ano: Diogo Lebre e Rafael Saraiva
Homenagem da direção: Armando Matias

A ABFM é dos mais antigos clubes filiados na Federação Portuguesa de Surf, tendo 140 federados só em bodyboard. Em 2014 os seus atletas conquistaram vários títulos nacionais e dois internacionais pelas mãos de Miguel Adão. Terminou também um projeto de quatro anos consecutivos onde foram realizadas, nas praias da Figueira da Foz, duas provas europeias de Sub-21 e dois europeus Open e Feminino. Como se isto não fosse suficiente, foi ainda dado por terminado o projeto de construção da sua sede da escola por onde passam, anualmente, cerca de quinhentos alunos.

Comentários