O episódio teve lugar no domingo, pelas 18h, em Laniakea, um conhecido spot do North Shore de Oahu, com os nadadores-salvadores já fora de serviço. Marjorie Mariano, de 54 anos, acabou por ser ajudada por amigos, banhistas e mais tarde pelos paramédicos.

Do ataque resultou uma mordidela que atingiu uma parte da perna até as nádegas. No entanto, a surfista brasileira, que é oriunda de São Paulo mas vive no Havai há muitos anos, encontra-se internada em situação considerada estável. 

No Instagram escreveu: 

“Graças a Deus… estou viva! Mordidela de tubarão, talvez com mais de 4 metros. A operação correu bem. Os meus amigos James, Lehua, Darrel e Craig ajudaram-me a sair da água. O meus dois melhores amigos estão aqui: Celma e Cris. Vejo-vos em 2018! Aloha!”

Marjorie Mariano, junto a Cláudia Ferrari, Stephanie Petterson, Leila Alli e as irmãs Nogueira, entre outras, foi uma das primeiras atletas brasileiras a correr o circuito mundial da modalidade. Por várias ocasiões foi, por exemplo, adversária direta da portuguesa Dora Gomes. 

O último ataque de tubarão ocorrido no Havai (entre os seis registados em 2017) teve lugar em Makaha no último mês de novembro (com um surfista também a ser mordido na perna).

Ficam os votos de uma recuperação rápida! 

P.S.: Na foto em cima, com Guilherme Tâmega e Kainoa McGee, agora “lifeguards” do North Shore de Oahu.

Hawaii News Now – KGMB and KHNL

Comentários