Decorreu ontem na praia de Carcavelos, em Cascais, a primeira etapa do Campeonato Nacional de Bodysurf, Cascais Pro, onde Pedro Collaço se sagrou vencedor.

O dia começou com condições pouco favoráveis, devido à grande amplitude da maré e à diminuição acentuada da ondulação durante a noite. Com a maré a encher e algum impulso da ondulação, as condições foram melhorando ao longo do dia.

O grande destaque desta etapa vai para Pedro Collaço que, após ter sido o melhor português no Campeonato Europeu em França no passado mês de Outubro, trilhou um caminho até à vitória nesta primeira etapa do Campeonato Nacional de Bodysurf, e acabou por se afirmar perante um conjunto de competidores que trouxeram algumas manobras verdadeiramente progressivas.

Para Pedro Collaço, “O dia foi duro, sobretudo pelo frio, mas também pela constante mudança das condições, que obrigou a ir mudando de estratégia ao longo dia. Na final, com a maré mais cheia, foi necessário ajustar-me uma vez mais de modo a escolher as melhores ondas. O balanço é muito positivo e fico com mais vontade de vir a todas as próximas etapas, sendo que para mim o mais importante não é o primeiro lugar, mas o espírito que se vive ao longo do dia, que é caracterizado por um companheirismo e fairplay extraordinários.”

Os restantes três finalistas foram Gonçalo Tita, que é um estreante no pódio do Bodysurf Nacional, em segundo lugar, Nuno Mesquita, representante da Ahua, em terceiro lugar, e ainda o vice-campeão Nacional Miguel Rocha, que não perdeu a oportunidade para exprimir a sua satisfação pela etapa que irá decorrer na Praia da Vagueira, em 20 de agosto, de onde é local.

Para a organização “o balanço desta primeira etapa é francamente positivo. Os atletas compareceram em força com o espírito positivo da época passada. Apesar de não termos ainda um patrocinador principal, ficamos muito contentes com a entrada de novos parceiros, sobretudo aqueles que estão tradicionalmente ligados aos desportos de ondas, como a Nixon, a Xcel e a Dafin, que ao lado de todas as marcas e organizações que estão presentes já desde o ano passado, nos honram muitíssimo com o seu apoio e reconhecem o valor deste campeonato e desta modalidade que está a dar os primeiros passos em Portugal. Por fim, foi também muito importante a receção que tivemos por parte da Câmara de Cascais que nos apoiou deste o início para tornar esta etapa um sucesso. Estamos confiantes que este circuito vai marcar de uma forma muito positiva o panorama dos desportos de ondas em Portugal em 2016.”

A próxima etapa, o Ahua Caparica Pro, está agendada para 28 de maio, na Praia da Cova de Vapor, Costa de Caparica, Almada.

Comentários