O Dia Mundial dos Oceanos é celebrado todos os anos no dia 8 de junho. Em 2018 o tema fica por conta da “luta contra a poluição pelo plástico”, assinalando iniciativas em todo o país e em todo o mundo.

 A celebração dos oceanos teve origem na Conferência da ONU sobre Ambiente e Desenvolvimento, que se realizou no Rio de Janeiro em 1992. Em 2008, as Nações Unidas decidiram que o dia 8 de junho passaria a ser designado como o Dia Mundial dos Oceanos, tornando-se assim na sua data oficial.

Dezenas de países celebram-na, incluindo Portugal, mostrando a importância dos oceanos no clima e como elemento essencial da biosfera. A importância dos oceanos para a preservação das espécies e da biosfera é um dos vários factos destacados pelas Nações Unidas, que escolhe todos os anos um tema central para o debate de novas ideias e projetos de preservação e proteção dos oceanos.

Os oceanos ocupam dois terços da superfície da Terra e por meio da interação com a atmosfera, litosfera e biosfera, têm um papel importante nas condições climatéricas do planeta. Por outro lado, os oceanos não são apenas o habitat de um vasto número de plantas e animais, mas também fornecem comida, energia, oxigénio e múltiplos recursos aos seres humanos.

Os oceanos são ainda o principal regulador térmico do planeta, absorvendo mais de um quarto do dióxido de carbono libertado pelas atividades humanas. Na sua página oficial, a ONU lembra também que oito milhões de toneladas de plástico acabam nos oceanos em cada ano, prejudicando a vida selvagem mas igualmente a pesca ou o turismo.

E lembra ainda que a poluição por plásticos custa a vida a um milhão de aves marinhas e a 100 mil mamíferos, também em cada ano. E é também em cada ano que o plástico causa oito mil milhões de dólares (6,8 mil milhões de euros) de danos nos ecossistemas marinhos.

Celebremos então este dia, pois zelar pelo bem-estar dos nossos Oceanos não só faz parte da nossa essência, como é um objetivo de qualquer bodyboarder que se preze. 


Fotografia: Miguel Nunes

Comentários