No próximo sábado, dia 27, e pelo quarto ano consecutivo, o Nacional feminino de Bodyboard encerra com o Boogie Chicks, evento que comporta em si a quinta e derradeira etapa do circuito nacional e muitas mais surpresas.

Além do Nacional, que contará com a presença das melhores atletas nacionais, o Boogie Chicks, apresenta também iniciativas variadas como uma tentativa de recorde mundial de bodyboarders femininas na água (a organização espera 100 inscritas), batismos de bodyboard para todas as interessadas, independentemente da idade, “clinics” de bodyboard, entre outras surpresas.

Tudo apadrinhado pela 4x campeã mundial Isabela Sousa, do Brasil, além de outros nomes grandes da modalidade no feminino como Joana Schenker, campeã nacional e mundial, Teresa Almeida, campeã mundial ISA e a fundadora desta iniciativa, a sete vezes campeã nacional e quatro vezes campeã europeia, Catarina Sousa. 

Catarina Sousa, de 41 anos, é uma das mais carismáticas representantes do bodyboard em Portugal e explica o porquê deste Boogie Chicks, do que representa e quer alcançar:

“Desde 2003 que organizamos o Boogie Chicks e há quatro anos que também temos esta etapa do Nacional. É um trabalho que herda o que foi lançado pela Dora Gomes, uma pioneira do Bodyboard feminino em Portugal e que pretende fomentar a prática do Desporto, especificamente nas modalidades de ondas, na vertente feminina.”

“Comecei a fazer bodyboard graças a iniciativas deste género, com a Dora Gomes, e quando acabaram achei que era necessário continuar, daí nasceu o Boogie Chicks. Passou a ser um marco no Bodyboard nacional, um momento em que todas nos juntamos, convivemos e aprendemos e divulgamos esta bonita modalidade. É por isso que além da competição teremos batismos e aulas para qualquer menina ou senhora que queira experimentar ou aperfeiçoar as suas competências no bodyboard. Queremos que seja, acima de tudo, uma grande festa”, recorda a antiga campeã.

Na vertente competitiva, com Joana Schenker já a ter confirmado o título nacional pela quinta vez, resta a discussão do segundo lugar, com Mariana Rosa, Teresa Padrela e Teresa Almeida a discutirem o vice-campeonato na emblemática praia de Carcavelos, um dos berços da modalidade no nosso país.

Comentários