O North Shore voltou a reclamar mais uma vítima no passado dia 27 de janeiro. Depois de Andre Botha ter fraturado a cana do nariz (ler mais aqui), eis que foi a vez de Mike Murphy sair bastante combalido da água.

Na passada sexta-feira o charger californiano meteu para dentro de uma caverna em Backdoor, mas, em vez de sair ileso pela porta grande, acabou por ficar espalmado no fundo. A onda atirou-o violentamente contra o reef, esmagando ambos joelhos.

Já no hospital, Murphy foi submetido a uma operação de 4 horas que visou colocar os joelhos no sítio, totalmente funcionais. O atleta recebeu placas em metal e parafusos e os médicos aproveitaram para o informar de que não poderá fazer qualquer peso sobre a perna direita e na esquerda apenas 50% de força. 

MurphyMikeLesao2

Por este motivo o atleta norte-americano não poderá caminhar nos próximos meses, enfrenta uma longa e penosa recuperação que ainda se se sabe de quanto tempo poderá ser. Entretanto, um ação de crowdfunding (link em rodapé) foi iniciada pelos seus amigos para ajudar a pagar as elevadas despesas médicas. 

O atleta é um dos mais humildes e carismáticos rostos da cena internacional, mas também um dos habituais na temporada havaiana. Ficam os votos de uma recuperação rápida. 

As lesões no North Shore, nos últimos anos, parecem suceder-se em catadupa, o que nos leva a questionar: Estarão os atletas mais atirados?


Encontra o crowdfunding aqui.

Comentários