O terceiro dia do Sintra Portugal Pro ficou, uma vez mais, marcado pelo nevoeiro, que obrigou a uma paragem de quatro horas e transformou a jornada competitiva numa maratona de 10 horas e meia, sempre nos limites da visibilidade para os juízes.

Porém, como reza o adágio popular, o melhor veio mesmo no fim, com Daniel Fonseca, na ronda 4, a rubricar uma das melhores exibições do evento, batendo o 2x campeão mundial Pierre-Louis Costes na última bateria do dia, quando o sol já se punha.

O campeão nacional somou 14,50 pontos de total contra 14,40 de PLC, com o francês radicado em Portugal há já 7 anos a vender caro o primeiro lugar. Uma bateria em que a “fava” calhou a Nelson Flores, do Chile, que saiu eliminado apenas com o consolo de ter tido um lugar privilegiado para assistir ao duelo dos dois virtuosos.

Quem também passou à fase seguinte foram Dino Carmo e Miguel Adão, que continuam a acalentar boas perspetivas na prova. Por sua vez, António Cardoso, o mais bem cotado português do ranking da APB Tour (17.º), terá de esperar por amanhã para competir no seu heat da ronda 4, onde defrontará Isaias Ravyc (Brasil) e Kawiki Rohr-Kamai (Havai).

Sintra Portugal Pro 2018

Highlights day 3 Sintra Pro 2018#vertmagazine #MegaHits #Meobeachcam #arribassintrahotel #nwhostels #WCM #CCBOARDCENTER #ecnomuda #refreshboards #JetResgatePortugal #camaradesintra #rollei #ipdj #citroen #FPS #meo #apbtour #abscostasintra🎬 by : Javier Melian Fleitas

Publicado por Sintra Portugal Pro 2018 em Quinta-feira, 13 de Setembro de 2018

Referência, no Dropknee, para Tiago Pimentão, que continua a dar boa conta de si na competição, passando em primeiro a sua bateria da ronda 2 frente a Mathis Preygoda (França), Francisco Fernandez (Chile) e Yiyi Obenza (Espanha).

Na competição feminina, as irmãs Teresa e Madalena Padrela (na foto, em cima) aproveitaram a hipótese de repescagem da ronda 3 da melhor maneira fazendo uma “dobradinha” em primeiro e segundo lugares, respetivamente, mandando para casa a chilena Valentina Diaz e a japonesa Ayaka Shido. 

Menos sorte teve Filipa Broeiro, que se despediu do seu primeiro Sintra Portugal Pro em quarto lugar de uma bateria ganha pela pentacampeã mundial Neymara Carvalho (Brasil) e em que a porto-riquenha Luz Marie Grande foi segunda classificada. 

Amanhã, o call é às 7h30, devendo a competição arrancar às 7h45, com a quarta ronda Open.

Comentários