O Luso Galaico, evento de surf de referência transnacional, regressa pela décima nona vez consecutiva à praia da Arda, em Afife, Viana do Castelo. É já no próximo fim de semana que cerca de 80 atletas irão competir nas categorias de Surf, Longboard e Bodyboard num evento exemplar de cooperação territorial. Bons prémios e uma logística de classe mundial também são um forte atrativo desta edição.

O Luso Galaico (LG) é organizado pelo Surf Clube de Viana, ininterruptamente, desde 1998. É homologado pela Federação Portuguesa de Surf e pela Federación Galega de Surf. 

Este campeonato é um exemplo de êxito ao nível da cooperação territorial entre o Norte de Portugal e a Galiza. O seu contributo tem sido decisivo, ao longo de 19 anos, para o desenvolvimento transnacional e sustentável do surf. Sendo também um exemplo transnacional bem-sucedido nos âmbitos cultural, social e económico.

A consistência do LG e a consistência das ondas da praia da Arda ao longo de todo o ano têm alicerçado a imagem de Viana do Castelo como destino regional, nacional, transnacional e internacional de excelência do surf.

Neste campeonato, os vencedores das três modalidades em competição, Surf, Bodyboard e Longboard, terão como prémio uma viagem aos Açores. O vencedor de Bodyboard receberá ainda um “wildcard” para o Mundial de Bodyboard de Viana a realizar logo na semana seguinte. Serão ainda distribuídos cerca de quinhentos euros em prémios da Quiksilver e da Roxy.

Durante o LG, a Seleção Júnior da Galiza e vários atletas de clubes do Norte de Portugal vão estagiar no Centro de Alto Rendimento de Surf de Viana do Castelo. Este campeonato terá uma logística de classe mundial, beneficiando do facto de se realizar nas vésperas do Viana World Bodyboard Championship, que acontece de 26 de setembro a 1 de outubro.

A edição de 2017 do LG está inserida na medida de apoio aos projetos desportivos dos Centros de Alto Rendimento promovida pela Fundação do Desporto. 

Comentários