Numa final muito disputada e realizada a dois tempos, Joana Schenker venceu a terceira etapa feminina do Circuito Nacional de Bodyboard, que hoje preencheu o dia de competição da 12ª edição da Miss Sumol Cup, na praia da Costa Nova, em Ílhavo.

A algarvia, bicampeã nacional, que somou 12.50 pontos, repete assim o triunfo de 2015, relegando novamente para o segundo lugar a vencedora de 2014, Teresa Almeida (11.70 pontos), mas não sem uma disputa muito aguerrida como as pontuações o comprovam.

Em terceiro lugar ficou Marta Leitão (10.70 pontos) e, ocupando o último lugar do pódio ilhavense, Rita Pires (8.75 pontos), num regresso à competição muito saudado por todos.

Com, praticamente, dois terços da final realizada, o nevoeiro obrigou à suspensão da mesma, tendo sido acordado realizar o que faltava ao final da tarde, quando as condições da maré se afigurassem melhores. Joana Schenker soube segurar a liderança, que ocupava quando a prova foi interrompida, resistindo ao ataque de Teresa Almeida, que logrou subir ao segundo lugar.

Muita competição e bom surf e a presença em massa de atletas juniores, que deram outro colorido à prova.

Schenker fez, inclusive, a melhor onda do dia, conseguindo 7.50 pontos, que muito contribuiu para a sua vitória na final. Joana fez ainda os dois melhores resultados das baterias realizadas (12.50 e 12.00 pontos).

Hoje foi também atribuído o primeiro troféu da Tiara Bodyboard Júnior, que pretende distinguir a melhor atleta júnior. Mariana Rosa foi a grande vencedora, fruto do seu terceiro lugar nas meias finais.

“Estou muito feliz e mais uma vez a Costa Nova colaborou comigo. Esta vitória é um passo importante para o meu objetivo de revalidar o título nacional, pois estou mais confortável no primeiro lugar, uma vez que já tenho três vitórias. Amanhã, no Europeu, vai ser um pouco a mesma coisa, ou seja, o objetivo é conseguir o melhor resultado para defender ou reforçar a minha liderança. No entanto, ainda faltam muitas provas,” disse no final a campeã. 

Amanhã vai para a água a prova do ETB, ou seja, o Circuito Europeu, da European Surfing Federation. Espera-se novamente grande nível de Bodyboard nesta que é a segunda etapa do circuito este ano.

Comentários