Ontem, o Itacoatiara Pro 2015 seguiu para o seu segundo dia de competição em Niterói. A primeira etapa da APB World Tour viu no início do fim de semana a definição dos finalistas da etapa Pro Junior, além da estreia dos profissionais. Tanner McDaniel e Matheus Bastos estão na final dos jovens atletas, colocando frente a frente duas das maiores potências da modalidade. Será um duelo entre Brasil e Havaí.

O dia amanheceu sem vento, com as ondas tendo boa formação, o que possibilitou a realização dos quartos e meias-finais do Pro Junior e do Round 1 da divisão Profissional. .

Um dos favoritos ao título, Sócrates Santana abriu as disputas do dia despachando o chileno Nelson Flores. Tanner McDaniel também concretizou sua passagem para a semifinal ao superar Igor de Almeida. Estava formado o primeiro duelo por uma vaga na final. Do outro lado da chave dois duelos entre brasileiros marcaram o dia. Matheus Bastos eliminou Jerson Luis e Gabriel Oliveira passou por Miguel Medina.

Na primeira semi, Tanner conseguiu encaixar melhor a escolha das ondas e abriu vantagem na bateria nos primeiros minutos. O bicampeão brasileiro Sub-16 bem que tentou tirar a diferença, mas faltando poucos minutos precisava de mais uma onda que acabou não aparecendo. Com o resultado, Tanner foi o primeiro atleta a se garantir na decisão. “Estou feliz por ter chegado até a final. Foi uma grande disputa contra o Sócrates. Eu sabia que seria muito difícil chegar até aqui e competir contra ele”, disse Tanner.

No segundo duelo, Matheus Bastos e Gabriel Oliveira definiram quem seria o brasileiro adversário do havaiano na final da Pro Junior. Um duelo acirrado e definido por menos de meio ponto colocou Matheus na decisão. “Pensar que tudo vai dar certo agora. Preciso manter o foco e parece que teremos boas ondas para os últimos dias. Estou realizando um sonho. Queria ter ido com o Sócrates para final, pois ele é um irmão para mim, mas agora é com o Tanner. Quero vencer esse evento”, falou Matheus Bastos.

Profissionais estreiam em Itacoatiara
Após a definição da grande final do Pro Junior a direção de prova colocou na água as oito primeiras baterias do campeonato na categoria Profissional. O destaque do primeiro dia foi Junior Sousa, autor do maior somatório do dia, com 15,50 pontos. Ailton Neto, atleta do litoral norte fluminense, também conseguiu uma das melhores médias do sábado, com 14,30 pontos no total, sendo 7,90 em sua melhor onda.

Dos dezesseis classificados para a fase seguinte, doze foram brasileiros, além de dois chilenos, um uruguaio e sul-africano. Para esse domingo estão previstas as disputas de mais dois rounds em condições extremas.

Comentários