A APB Tour já revelou o calendário da próxima temporada (aqui) e o Pipeline Invitational, promovido por Mike Stewart, entre 25 de fevereiro e 10 de março, é a prova que serve de arranque ao circuito mundial da modalidade.

Gonçalo Pinheiro, do Algarve, que na temporada passada terminou em 31.º lugar do ranking (melhorando duas posições relativamente a 2015), já expressou o desejo de participar no evento pela primeira vez e fazer assim o arranque da nova época competitiva no Havai.

As declarações foram feitas ao site Swell Algarve com o próprio a assumir a presença na mítica onda do North Shore: “Penso ir ao Havai. É uma prova a que nunca fui.”

Vale realçar que o tour mundial o ano passado também contou com as presenças dos nazarenos Tó Cardoso (15.º) e Dino Carmo (17.º), mas também de Miguel Adão (18.º) da Figueira da Foz.

DROPKNEE TEM DUAS ETAPAS ESTE ANO
Nos últimos anos Sintra tem sido a única etapa do mundial no que a Dropknee diz respeito. No entanto, embora a etapa em Pipeline tenha estado inicialmente agendada apenas para o tour masculino, há a dias passou também a fornecer pontos para o mundial de Dropknee (1 Star event $4000; 2000 Points Ratings).

Segundo revelado pela APB, a prova em Dk terá uma grelha de 24 atletas sendo que 8 vagas estão reservadas aos primeiros lugares do ranking do ano passado, 8 serão entregues ao primeiros classificados do ranking local (Havai), 4 vêm das triagens e 4 serão atribuídos por wildcard.

Para mais informações e inscrições sobre a prova basta clicar aqui.

Comentários