Os zunzuns começaram a semana passada e dão conta que está em estudo uma proposta de lei onde quem quiser surfar, independentemente do veículo usado, terá que pagar.

Isto aplica-se à Gold Coast e visa de alguma forma criar regras entre o crescente crowd que, por vezes, fica fora de controlo e dá azo a momentos menos bonitos da raça humana.

No entanto, como se previa, numa recente reunião entre a comunidade de surfistas locais, a proposta não ganhou adeptos e nem evoluiu no sentido em que se pretendia uma vez que a grande maioria se mostrou manifestamente contra.

Na referida reunião falou-se ainda na criação de reefs artificiais, ou até no aumento de bancos de areia nas praias, como forma de colmatar a crescente população de surfistas na Gold Coast, fornecendo assim mais alternativas e opções de surf para os apaixonados desta atividade.

Tendo em conta o impasse em que se encontra neste momento, o comité optou agora por fazer reuniões regulares ao longo dos próximos meses, no sentido de criar um plano de gestão do surf antes da apresentação da proposta oficial em junho de 2015.

Depois do Estado de Nova Iorque ter recentemente proibido o uso de bodyboards, medida que já voltou ao normal e que gerou forte revolta entre a comunidade, imposta face aos inúmeros problemas que trazia aos nadadores-salvadores; eis que surge agora uma nova medida que visa regulamentar o surf, uma atividade que, como se sabe, é muito mais que um simples desporto.

O estranho é vir precisamente da Austrália, país conhecido pelo estilo de vida descontraído e extrema qualidade de vida. Enfim, parece-nos que isto não fica por aqui, mas a ver vamos.

Comentários