Esta não foi a primeira vez que testámos um produto Deeply e de todos as vezes que o fizemos ficámos surpreendidos. Pela positiva, entenda-se. Já havíamos testado o Performance Zipperless Short Sleeves e o Performance Zipperless Denim e os resultados que estes apresentaram, bem como a relação preço/qualidade quase imbatível no mercado nacional, foi verdadeiramente surpreendente. Desta vez, foi uma das pranchas de bodyboard da gama da marca, a Deeply DP5 Performance, em 41,5″, que foi submetida a testes pela equipa. 

Especificações:

  • PP core 1.9 pcf (polipropileno);
  • Slick Skin Surlyn;
  • Deck e Rails em NXL;
  • Crescent Tail;
  • Stringer de carbono;
  • Embossos ergonómicos;
  • Nose Grip.

Positivo: A DP5, incluída na Performance Series, é, como o nome indica, uma prancha pura de performance desenhada pelo reconhecido  shaper australiano Jarrod Gibson. Ou seja, graças ao seu shape estreito e de linhas declaradamente retas, associado a um bloco de espessura reduzida, é uma prancha de nível superior em que podemos confiar para alcançar bons desempenhos. A experiência que proporciona, na água, assenta claramente em velocidade e projeção, e com estas duas qualidades surge de forma natural a explosão. É, por isso, uma prancha que podemos indicar a riders com alguma experiência, de nível acima da média, que procuram uma “arma” bem sólida e robusta, mas que se adapte também a todas as nuances das várias estações do ano. Gostámos da construção consistente q.b., dos ótimos acabamentos e da adaptabilidade ergonómica no nose. Esta é uma das pranchas que Manuel Centeno, campeão nacional open, usa e guarda no seu quiver pessoal. 

Negativo: Talvez mesmo o facto de não possuir rede (mesh), o que lhe traria uma nadinha de mais robustez, mas para isso é que existe na gama a DP LTD

P.V:P.: 119,90 Euros.

Distribuição: Sonae | Para adquirir clicar aqui.


Fotografia: Boogie Gold

Comentários