O Caparica – Primavera Surf Fest vai ter a sua estreia competitiva com a primeira etapa do Circuito Nacional de Bodyboard Open deste ano. Assim, dias 28 e 29 de março, a Praia do Paraíso receberá a elite do bodyboard nacional, o que não acontece há seis anos. A última vez que se realizou na Costa de Caparica uma etapa deste circuito foi em 2009.

Manuel Centeno, o atual campeão nacional, que vê com muito bons olhos este regresso visa defender o título conquistado o ano passado: “Acho que é muito merecido, pois a Caparica sempre foi um dos grandes polos do bodyboard nacional! Eu adoro competir na Caparica, tenho ali muito bons amigos e excelentes recordações… gosto muito das ondas da Costa, estejam de que tamanho estiverem. Sei que vamos ter um evento excelente, integrado num festival que nos merece o maior respeito e que terá seguramente uma ótima organização. Também sei que a competitividade de todos os atletas vai estar muito alta, nomeadamente do Hugo Pinheiro, que vai estar em casa, mas tenho treinado muito e lá estarei para defender o título nacional e o da etapa.”

Manuel Centeno e Hugo Pinheiro têm sido dois dos grandes protagonistas da modalidade nos últimos dez anos, trocando entre si diversos títulos nacionais, europeus e mundiais, tanto a nível individual como a defender as cores da seleção nacional.

“A notícia tem sido muito bem recebida na comunidade local! Há muita gente atenta ao campeonato e ao Caparica – Primavera Surf Fest, que tem tudo para ser um arranque em grande do Circuitoo Nacional. No ano passado fiz as primeiras quatro finais do circuito e estive na liderança do ranking, mas acabei por deixar escapar o título nas duas últimas provas, por uma unha negra! E, é claro, estou muito motivado e feliz por voltar a ter uma etapa em casa – a Caparica já merecia este regresso! O ano competitivo vai ser longo, mas tenho andado a preparar-me e estou bastante confiante num bom resultado”, comenta Hugo Pinheiro, atual campeão europeu que em 2014 terminou na quarta posição do ranking nacional.

Vai ser muito interessante observar a disputa entre estes protagonistas e os representantes da nova geração, como Nicolas Rosner, João Barciela ou Gonçalo Pinheiro, bem como a disputa pelo título feminino, atualmente nas mãos da algarvia Joana Schenker que deixou Teresa Duarte no segundo lugar em 2014, Marta Fernandes, de Carcavelos, vencedora desta etapa em 2009, ficou na terceira posição e Teresa Almeida, da Nazaré, atual campeã mundial ISA, no quarto lugar.


Fotografia: Miguel Nunes

Comentários