Há cerca de dois anos, a Google introduziu a Jump, uma plataforma de Realidade Virtual que utilizou um software numa cloud e algoritmos que ajudaram a criar o vídeo de 360 graus mais fácil de sempre. Nessa altura, a Google também assinou uma parceria com a GoPro para o projeto Odyssey, o primeiro aparelho de 16 câmaras a ver instalado o software Jump.  

Agora, a Google está prestes a dar o próximo passo e pronta para receber a próxima geração, tendo, por isso, unindo forças com uma nova empresa e produzido uma câmara totalmente nova. O aparelho custa cerca de 17 mil dólares e chama-se Yi Halo. A Google diz já que é a próxima geração de câmaras. 

O Yi Halo foi construída em colaboração com a Yi Technology, que produz a marca chinesa Xiaomi, uma concorrente direta da GoPro no que diz respeito ao segmento das pequenas câmaras de ação. Halo é concebida com 17 diferentes câmaras 4K – 16 delas encontram-se ao longo da circunsferência e uma está colocada no centro, virada para cima, devendo resultar na junção perfeita dos campos de visão. 

Esta câmara pode gerar conteúdo estereoscópico em 8K x 8K de Realidade Virtual a 30fps, bem como 6K x 6K a 60fps. O CEO da Yi Technology, adiantou que a câmara oferece total controlo de configurações, como o ISO, o equilíbrio de brancos e também o modo de cor pretendido. 

Importante também é o seu peso, ultra leve, de apenas 3.5 kg, o que a torna portátil e única no mundo da Realidade Virtual onde as câmaras de 360 graus 3D são, por norma, muito pesadas e complexas. 

A bateria incorporada permite 100 minutos de gravação em modo contínuo, mas pode acomodar baterias externas permitindo uma maior flexibilidade em gravações no espaço exterior. Na base da Halo podemos encontrar um pequeno ecrã táctil onde se podem controlar os vários componentes, tais como o estado da bateria e o estado do cartão de memória de cada câmara. Além disto, existe uma app para Android que funciona como controlo remoto e ferramenta de visualização ao vivo.  

É, portanto, o software Jump que torna a Halo verdadeiramente especial. O congregador Jump combina tecnologia de visão do computador da Google e uma infraestrutura em cloud que recebe os dados dos 17 sensores cujo resultado é um vídeo perfeito de 360 graus. 

Graças aos algoritmos da Google, as montagens/colagens são totalmente automatizadas. Este era um trabalho que costumava demorar semanas, mas que agora pode ser feito em apenas algumas horas.

Confere a apresentação no vídeo que se segue: 

Comentários