Lembram-se da tempestade Hércules de 2014? Pois bem, desde essa altura que o Atlântico Norte não vê uma ondulação dessas dimensões ter lugar. No entanto, segundo a equipa do Magicseaweed, algo semelhante está a ser gerado neste preciso momento.

Os dados que têm vindo a ser recolhidos apontam para muitas semelhanças com o episódio de há dois anos, pelo que não é de perder pitada da ação. 

Na próxima sexta-feira, 16 de dezembro, um swell de 6 metros de NW-W, com período entre 13 e 17 segundos e vento forte de Norte, deverá atingir a costa lusa. A comunidade refere que as condições não estarão boas para o surf na Praia do Norte, nomeadamente pelo facto do vento ser muito forte; mas que, ainda assim, vale a pena confirmar as condições in loco uma vez que estamos a falar de ondas mesmo gigantes.

Os locais dizem mesmo que, em alternativa, as direitas da Praia da Vila, que quebram junto à praia, com o vento forte que se fará sentir, poderão estar de feição com 3 a 4 metros. 

Para o dia seguinte, sábado, 17 de dezembro, a situação limpa um pouco mais com o swell a acertar para 4,2 metros de NW, período a situar-se entre 14 e 13 segundos e o vento de nordeste mais fraquinho de intensidade.

No sábado são esperadas ondas muito grandes pelo Canhão da Nazaré o que, a avaliar pelos dados, poderão dar mesmo azo a várias sessões de tow-in surfing

A taxa de precisão para estes dois dias não é absoluta, uma vez que ainda nos encontramos a dois/três dias de distância, mas os dados que existem no momento não mentem. 

Isto leva-nos a acompanhar esta situação atentamente, pois, muito seguramente, estes não serão dias como outros quaisquer. Há mesmo quem já refira que esta poderá ser a maior ondulação do ano. Será? 

Comentários