Um bodyboarder que se encontrava a surfar na praia norte-americana de Cape Cod morreu no passado sábado após ter sido atacado por um tubarão. Há 80 anos que não havia registo de uma morte por ataque de tubarão na região. O último ocorreu em 1936 quando um jovem de 16 anos morreu. 

Desta vez, a vítima, Arhtur Medici, brasileiro de 26 anos, encontrava-se a fazer bodyboard com um amigo no sábado de manhã, em Newcomb Hollow Beach, em Wellfleet, Massachusetts, quando o ataque teve lugar. 

Ao New York Post, Joe Booth, um pescador local, disse: “Eu era aquele tipo na praia a gritar: tubarão, tubarão! Parecia uma cena retirada de um filme.”

De acordo com a testemunha, a vítima conseguiu livrar-se do animal após o ataque. Logo depois, o amigo carregou-o para a praia na sua prancha onde um grupo de pessoas aplicou um torniquete e pediu ajuda médica. 

Arhtur Medici, que se encontrava a estudar engenharia na cidade de Revere, veio a falecer no hospital, no sábado ao final da tarde, onde foi declarado o óbito, face aos graves ferimentos resultantes da mordida de tubarão. 

A praia foi fechada pouco tempo depois do ataque, o que já acontecera algumas vezes este ano devido ao avistamento de tubarões, e vai permanecer assim até as entidades oficiais decidirem o que fazer. 

Que a sua alma descanse em paz. 

Comentários