A quinta edição do Quemao Class presented by Billabong começou no passado domingo com uma homenagem a David Infante “el Fula”. Cumprindo a tradição, a comunidade local de surf prestou o seu tributo à memória deste mítico surfista canário de Lanzarote com uma cerimónia que juntou vários surfistas e amigos na água. 

Dois dias intensos de ação na onda de El Quemao (La Santa) consagraram os campeões da prova, Aritz Aranburu no surf e Amaury Lavernhe no bodyboard. Ambos os atletas venceram ainda um troféu paralelo, o de melhor onda (com notas de 10 pontos), e acabaram por considerar este um dos melhores campeonatos de que já participaram na vida, com o público a comparecer de forma massiva e a ajudar ao ambiente de festa.

Moz repete assim a vitória por mais um ano, sendo esta é já a terceira da conta pessoal no Quemao Class, com Aitor Ojeda, das Ilhas Canárias, a ficar com o segundo lugar da final, seguido do basco Alex Uranga, em terceiro, e o francês Pierre-Louis Costes em quarto. 

“Para mim esta é uma das melhores ondas onde já competi. Obrigado à mãe natureza, valeu o tempo de espera”, referiu o campeão na cerimónia final. 

Comentários