Chegou hoje ao fim o Santa Cruz European BB Pro, etapa inaugural do circuito europeu de Bodyboard, a mais valiosa da temporada (7 mil euros de prize money e 4000 pontos para o ranking), e também uma das provas inseridas no cartaz desportivo da 11.ª edição do Santa Cruz Ocean Spirit, que termina também este domingo.

Alex Uranga, do País Basco, foi o grande vencedor do Europeu de Bodyboard que decorreu em Santa Cruz desde a passada quinta-feira. O campeão europeu em título enfrentou na final o jovem português Ricardo Rosmaninho. Enquanto Uranga fez um total de 13,60 pontos em 20 possíveis, o bodyboarder da Póvoa de Varzim somou 12,25 pontos. 

“Estou muito contente. À semelhança do Brahim [Iddouch] vim do mundial da América do Sul, estou cansado, mas quero felicitar todos os atletas, que estiveram ao seu melhor nível. Agora vamos para Aveiro. Espero encontrar boas ondas e alcançar o mesmo resultado. Parabéns à organização. Espero que a prova continue por muitos anos e que nos encontremos cá”, referiu Alex Uranga no pódio.

Pelo caminho, nas meias finais, ficaram o marroquino Brahim Iddouch e outro atleta de nacionalidade portuguesa, Miguel Coelho, em baterias que também foram hoje disputadas na Praia da Vigia. 

No Pro Junior, o grande vencedor foi Rodrigo Lopes com 13,25 pontos. Em segundo lugar ficou Joel Rodrigues, totalizando 9,95 pontos. Nas meias finais, igualmente com boa prestação, ficaram António Ferreira e João Ferreira. 

O ETB – European Tour of Bodyboard segue agora para Aveiro ontem lugar, já nos dias 28, 29 e 30 de julho, o Aveiro EuroBodyboard Pro. 

Última noite de música com nomes locais

A última noite do Santa Cruz Ocean Spirit recebe o DJ residente João Almeida, e ainda o DJ Cenoura, Krash e Mastiksoul. Iniciou a sua carreira como DJ/produtor em 92, tornando-se hoje em dia num dos artistas mais respeitados da indústria a nível mundial. 

Reconhecido pelo seu estilo bem característico, conta já no seu currículo com vários hits e top 10 mundiais, tendo já sido nomeado como “Melhor Produtor House” nos aclamados prémios do Beatport. 

Em 2017 Mastiksoul continua a sua saga como um dos top produtores mundiais, visto por muitos como uma verdadeira lenda viva da dance music.

Comentários