Mariana Machado e Guilherme Godinho são as mais recentes novidades para a etapa inaugural do Circuito Nacional de Bodyboard Crédito Agrícola 2020, que arranca este fim de semana (22 e 23), em Santa Cruz. Dois dias de bodyboard do mais alto nível, com os 64 melhores atletas nacionais (48 masculinos e 16 femininos), entre os quais, o convidado da organização, Pierre-Louis Costes, francês duas vezes campeão do Mundo que se estreia este ano na competição doméstica, ao fim de 10 anos a residir em Portugal.

A juntar ao elenco de luxo para a competição, as condições do mar confirmam o acerto da aposta da organização em Santa Cruz, com a promessa de uma boa ondulação, mesmo com algum vento norte à mistura.

Guilherme Godinho, um dos convidados locais, assegura que quem não conhece bem Santa Cruz ficará agradavelmente surpreendido. “A avaliar pelas previsões, as pessoas vão ficar surpreendidas pois teremos boas ondas. Não vai estar o melhor tempo para estar na praia mas vamos todos pelo surf e posso garantir dois dias de muito bom bodyboard. E depois, estarão presentes os melhores portugueses e um bodyboarder que vai fazer tudo parecer fácil”, afirma Guilherme Godinho, referindo-se a Pierre-Louis Costes, considerado por muitos o melhor bodyboarder mundial da atualidade.

Guilherme, de 27 anos, nasceu em Lisboa mas há 13 anos que tem casa em Santa Cruz e é sócio da Associação Sealand desde a primeira hora. Ausente da competição há alguns anos e a trabalhar no estrangeiro, o wildcard local agradece a aposta da Sealand: “Não compito há dois anos, mas tenho uma ligação de muito carinho à Sealand e agradeço a confiança que depositam em mim com este wildcard. Estão a fazer um grande trabalho pelo bodyboard e por Santa Cruz.”

Mariana Machado, outro nome que andou arredado do circuito nacional o ano passado, regressa este ano a convite da Sealand e está confiante num bom fim de semana de competição. “Sou das Caldas da Rainha mas conheço bem Santa Cruz, cheguei a trabalhar aqui alguns verões, dou-me muito bem com os locais e com a Associação Sealand, um clube em franco desenvolvimento, muito dinâmico e que tenho muito prazer em ajudar a crescer. De resto, Santa Cruz é o spot ideal para ter um campeonato nesta altura do ano, estou confiante que teremos condições divertidas e o facto de não haver competição há tanto tempo vai fazer com que as pessoas se envolvam e motivem”, diz a bodyboarder de 29 anos. 

Frederic Rebelo, presidente da Associação Sealand, corrobora as expectativas de um bom espetáculo, pormenorizando: “Vamos ter uma ondulação a entrar com muita força na sexta-feira e que vai descer ligeiramente durante o fim de semana, mas mantendo a consistência. É uma ondulação de noroeste e que recebemos em Santa Cruz diretamente, de braços abertos. Também teremos algum vento norte, que não é o ideal mas que não deverá afetar as condições do mar. Aliás, o pico do Mirante, onde se realizará o campeonato, é o que tem apresentado melhores fundos, pelo que está tudo reunido para um excelente campeonato.”

Frederic Rebelo destaca a competência da associação a que preside na coorganização deste evento: “Temos pessoal com grande experiência em eventos deste género. Já participámos, com a Câmara de Torres Vedras, na organização de Europeus de Surf e Eurojuniores, por exemplo, e existe uma dinâmica desportiva e cultural muito grande aqui em Santa Cruz. Tenho muita confiança no sucesso de mais este desafio.”

A prova contará com transmissão via Internet pelo que divulgaremos mais informações em breve. xxx

Comentários