Já arrancou a 2ª edição do “Surf Salva”, um projeto que resulta da parceria entre o Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) e o Lidl Portugal. Esta iniciativa consiste em dotar os praticantes de atividades náuticas de conhecimentos que os capacitem a prestar auxílio, no âmbito do socorro a náufragos e assistência a banhistas. Depois do sucesso da primeira edição, com mais de 1.000 participantes, a edição deste ano do “Surf Salva” irá estender-se a todos os veraneantes.

O arranque da iniciativa decorreu na praia de Carcavelos e contou com a presença do Dr. David Szpilman, criador do “Surf Salva”, referência mundial no salvamento aquático e Diretor da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA).Para o Dr. David Szpilman a grande mais-valia deste projeto é “aprender pequenos detalhes que possam ajudar e que evitem o risco de afogamento, sobretudo o que fazer, qual o procedimento a ter depois de resgatar uma pessoa do mar.”

O evento contou ainda com a presença muito especial de Pedro Martins Lima, intitulado o “pai” do surf em Portugal, que partilhou “comecei a fazer bodyboard em 1946 aqui em Carcavelos e em 1947 nasceu a ligação entre o nadador salvador e o surf.” Com 84 anos, aquele que é considerado o primeiro surfista português e uma referência para os praticantes da modalidade, confidenciou que “ao longo de todos estes anos já ajudei a salvar muitas vidas. Em Carcavelos, de uma só vez salvei 5 pessoas e o meu filho num domingo de marés-vivas salvou 11. O “Surf Salva” é um projeto muito importante para podermos ter abordagens mais felizes”. Ainda hoje, Pedro Martins Lima não resiste a fazer-se às ondas e a manter o espírito sempre jovem e dinâmico.

As formações “Surf Salva” vão decorrer durante todo o verão, de forma itinerante pelas várias praias de norte a sul do país, através de ações de sensibilização e formação aos praticantes de atividades náuticas. As formações têm uma componente teórica e prática e abrangem técnicas de salvamento e aplicação do suporte básico de vida. Este ano o “Surf Salva” tem como grande novidade o facto de estender as formações a todos os veraneantes e não só aos praticantes de atividades náuticas.

Para o Comandante Nuno Galhardo Leitão, do Instituto de Socorros a Náufragos, “o Surf Salva é um projeto inovador na Europa, que arrancou o ano passado em Portugal com grande sucesso e que já faz parte da agenda da época balnear. Poder alargar as formações a todos os veraneantes, dotando-os de conhecimentos de salvamento e de suporte básico de vida é de extrema importância e contribuirá certamente para termos praias mais seguras”.

Para Vanessa Romeu, diretora de comunicação do Lidl, “estamos muito satisfeitos com o sucesso desta parceria com o ISN e de poder contribuir para a segurança das praias e dos veraneantes. Este é um projeto único que na sua segunda edição tem a grande mais-valia de poder chegar a um maior número de pessoas e, consequentemente, ajudar a salvar mais vidas”.

Comentários