Numa final intensa e emocionante, mas, ao que parece, também polémica no que diz respeito ao desfecho da competição e ao resultado final, Tanner McDaniel bateu Pierre-Louis Costes com um score perfeito de 20 pontos (contra 19.10 pontos).

O bodyboarder havaiano, de 19 anos, assinalou duas ondas de 10 pontos e assim levou a melhor no Arica Cultura Bodyboard, o primeiro World GrandSlam da APB Tour esta temporada e o primeiro também para o currículo de Tanner. 

O francês Pierre-Louis Costes, com ondas de 9.50 e 9.60 pontos, esta última conseguida bem perto do final da bateria, acabou assim em segundo lugar. Apesar de muitos afirmarem que as notas de PLC foram pontuada por baixo é, no entanto, de salientar as boas ondas e a excelente mostra de Bodyboard que o Chile e o slab de El Gringo uma vez mais proporcionaram.

Os sul-africanos Iain Campbell (campeão mundial em título) e Jared Houston ficaram-se pelas meias-finais. Relativamente à armada lusa, Tó Cardoso foi quem mais avançou na grelha, tendo alcançado os 1/4 de final onde veio a perder, precisamente, com o vencedor da etapa por 13.00 x 11.75 pontos.

Comentários