Chegou ao fim a 11.ª edição do Santa Cruz Ocean Spirit. Um total de cerca de 100 mil pessoas passaram pela Aldeia Neptuno entre o dia 14 e 23 de julho para assistir àquele que é o maior evento de desportos de ondas e já tem regresso marcado de 13 a 22 de julho de 2018.

Bodyboard, skimboard, kayaksurf, waveski, bodysurf, stand up paddle, bodysurf, surf adaptado, tow-in de surf e bodyboard foram os desportos que passaram pelas ondas entre a Praia do Mirante e a Praia da Vigia. Numa parceria entre a Câmara Municipal de Torres Vedras e a Promotorres, este foi mais um evento de sucesso.

“O balanço é francamente positivo. Na dimensão do desporto, que é a grande génese do Santa Cruz Ocean Spirit, tivemos aqui um conjunto significativo de modalidades de desportos de ondas. Temos de salientar também a presença de atletas desde a formação até mesmo aos seniores. Tivemos aqui a possibilidade de, com este recurso que é o mar, promover uma vez mais Santa Cruz, os desportos de ondas, formar pessoas, criar um ambiente familiar, onde a competição tem também um papel importante”, começou por dizer o autarca local Carlos Bernardes.

“Este é um projeto que temos vindo a consolidar, ano após ano. São já 11 anos, onde a vertente desportiva é um referencial. Quero deixar uma palavra de agradecimento àqueles que fundaram o Ocean Spirit há 11 anos. Um grupo de torreenses que criaram todo este ambiente. A minha homenagem a cada um deles que hoje são nossos conselheiros técnicos,. Mas dizer também que demos um salto no sentido de profissionalizar o evento. Era importante para a sua consolidação no futuro. Quer a Promotorres quer a Sealand criaram aqui uma relação. E ouvindo hoje os comentários dos atletas que são francamente positivos, atletas de todos os cantos do mundo… Espanha, EUA, Marrocos… Todos destacam o nosso ‘saber acolher’ e ainda o profissionalismo por parte da organização e do júri. Viveram aqui ao longo destes 10 dias as quatro estações do ano, o que é muito típico de santa cruz. O que é mais importante é que saiam felizes e que voltem sempre”, afirmou ainda o presidente da autarquia de Torres Vedras.

Quanto à animação nocturna, este ano a viagem fez-se pelo hip hop de Regula ou Dillaz, ao RnB de Virgul e Jimmy P, a DJ de renome como Ride, Mastiksoul ou The Fucking Bastards, aos ritmos africanos de Yasmine Djodje ou Badoxa. Até 2018!


Reportagem final do Santa Cruz European BB Pro aqui

Comentários