25/02/2016 – Quando entrou em cena a Austrália já não vencia um título mundial há 10 anos, mas Damian King, crescido e formado nas ondas de Port Macquarie, quebrou o jejum por dois anos consecutivos (2003/2004). Mais tarde, em 2011, veio a conseguir um terceiro título mundial mas na divisão Dropknee.

Kingy será sempre recordado como um atleta deveras polivalente que ainda hoje apresenta um dos estilos mais bonitos que alguma vez nos foi dado a observar. Apaixonado pelas ondas e o oceano, usa e abusa da potência, mas é também no carving e no desenho de linhas sólidas que tem vindo a apoiar todos os seus desempenhos. Avé!

Parte deste texto e a foto, registada durante um Shark Island Challenge, fizeram parte do artigo “10+ do Estilo”, publicado na edição 96 (Dezembro 2009) e visou os riders que, na altura, de acordo com uma lista apurada por vários colaboradores, detinham o estilo mais apurado e visualmente apetecível do momento. DK ficou em 8º lugar nessa lista. #TBT


Fotografia: Tim Jones

 

Comentários