Em ação, nas imagens em cima, conseguidas um destes dias, podemos ver Pierre-Louis Costes e João André “Magoitos”, mas a ocasião leva-nos a recordar as sábias palavras de Ricardo Faustino proferidas em tempos: 

“O Bunker é a melhor onda de Portugal. É muito difícil estar bem posicionado para apanhar a onda, elemento fundamental neste spot. Depois segue-se um drop em que nada pode falhar e, se o tubo for bem redondo, então não há onda que se lhe compare no nosso país”. 


Fotografia: André Carvalho

Comentários