Esta semana que passou tinha das melhores e mais óbvias previsões para muitos spots populares da nossa costa, com ação garantida um pouco por todo o lado, pelo que a decisão de fugir ao crowd e atacar uma certa slab perdida no Oeste, sem garantias que funcionasse, foi uma missão arriscada…

Mesmo assim, um grupo restrito de bodyboarders não pensou duas vezes, sabendo desde logo que o risco podia compensar largamente o potencial em jogo. António Cardoso, Pierre Louis-Costes, Steph Kokorelis, Francisco Horta, Daniel Fonseca, Luís “Ben” Coelho, Miguel Coelho, Gonçalo Pinheiro, Pedro Veigas e Maxime Castillo responderam à chamada e encheram a barriga numa das slabs mais técnicas e perigosas da costa oeste portuguesa.

Com tanta ação a ter lugar, é difícil ou injusto escolher eventuais “highlights” nesta missão, mas, o Tó Cardoso, além das bombas que colecionou esteve envolvido em dois wipeouts de grande escala – um deles MUITO assustador. Pierre Louis-Costes, encaixou em alguns cilindros bem profundos e executou um drop aéreo completamente impossível numa das maiores do dia. Ser campeão mundial tem destas coisas. 

Gonçalo Pinheiro, Francisco Horta e Daniel Fonseca estiveram todos bastante ativos durante a sessão e com várias bombas faturadas. Luís “Ben” Coelho, que andou meio desaparecido nos últimos anos, parece ter voltado em força e, depois de ter dado nas vistas nos Supertubos há uma semana, mostrou aqui numa onda de consequência o seu “full commitment”, ou não fosse ele uma das influências ‘hardcore’ do fenómeno “Tó Cardoso”. 

Uma nota final para o Steph Kokorelis que, com apenas 19 anos, assegura um futuro promissor para o bodyboard nacional. Além de muitas bombas e um wipeout aparatoso, Steph faturou, muito provavelmente, a mais perfeita bomba da sessão, optando por ficar na água depois de todos saírem e tudo parecer ter acalmado. Arrancou atrás do pico e encaixou num enorme e perfeito salão que todos puderam apreciar em pleno a partir de terra, a cereja no topo do bolo para uma das mais bem sucedidas missões de Slab Hunting da temporada. 

Muitas mais virão! Yewwwwwwww #SlabHunting


Texto & fotografia: Pedro Miranda | Website | Máquina Voadora 

Comentários