Ainda sobre a prestação de Tó Cardoso que só parou nas meias-finais do Itacoatiara Pro e nos deixou a todos (bodyboarders portugueses) expetantes sobre as etapas que se seguem… 

Penso que já todos sabem que o jovem atleta da Nazaré terminou em quarto lugar numa disputa com o outro semi finalista do evento – o local Kalani Lattanzi; uma novidade da APB Tour para 2015. O Tó deu-se, portanto, bem com as condições pesadas deste reduto brasileiro, em muito parecidas às da sua (salvo seja) Praia do Norte. 

O resultado é excelente e jamais será esquecido, ainda mais hoje em dia onde o nível é tão elevado… e em condições tão desafiantes como as que nos foram dadas a observar. 

No entanto, nas últimas horas o silêncio foi total na imprensa nacional, o que não deixa de ser alarmante e motivo de meditação. Imaginem que a segurar o troféu estava, por exemplo, um dos surfistas portugueses mais mediáticos da atualidade como o Tiago Pires, Frederico Morais ou Vasco Ribeiro? 

Minha nossa, qual não teria sido o frenesim nas TV’s, redes sociais e sites. Totalmente merecido, sublinhe-se. No entanto, sobre o feito de Tó nem uma única palavra…

O resultado conseguido no Brasil é um dos melhores dos últimos anos conseguido por um português no circuito mundial. Logo, deve ser enaltecido e celebrado. É mandatório que o façam.

Da minha parte só tenho a acrescentar: ORGULHO! Obrigado Tó pela tua dedicação. 


Fotografia: Tony D’Andrea | Facebook 

Comentários