Fotografias: Dragão

E se vos dissesse que… antes de Tom Morey, o homem que inventou a Boogie board, no longínquo ano de 1971, responsável por meter muita gente na água, já Penho, um surfista e shaper brasileiro, tinha desenhado um veículo de deslize aquático tipo bodyboard? 

Na verdade, Penho é uma das figuras do surf brasileiro que pouca gente conhece, mas que foi fundamental na sua cultura. Através das imagens em anexo, facilmente se constata que o outline da prancha que concebeu, uns bons 10 anos antes do aparecimento da Boogie board, é muito parecido ao design das pranchas de bodyboard atuais. 

A sua criação, no entanto, foi feita em madeira compensada (contraplacado) possuindo ainda uma quilha adaptada – quiçá uma evolução do secular paipo tradicional havaiano.

Carlos Eduardo Siqueira Soares, ou “Penho”, nascido a 17 de março de 1946, na cidade do Rio de Janeiro, de descendência árabe e também portuguesa, era apaixonado pelo Surf, começou por surfar inicialmente em Ipanema e mais tarde em Saquarema.

Saiu do Brasil em 1966 numa odisseia pelo globo. Durante ano e meio andou a pé, de comboio, barco, cruzou a América Central, a Califórnia e foi um dos primeiros a explorar o Peru antes de chegar ao Havai em 1968. 

O desenho e criação de pranchas surgiu ainda em miúdo. Aliás, as suas duas grandes paixões são pranchas de surf e os carros adaptados. Na altura, ficou conhecido por fazer as coisas enquanto os outros iam atrás. 

Comentários