O Sintra Portugal Pro tem vindo a marcar, nas últimas décadas, o encerramento do verão na Praia Grande, a praia que tem servido de palco à competição desde a primeira edição. Este ano, a prova, que é a oitava etapa masculina da APB Tour (quinta no tour feminino) e a que se realiza há mais anos ininterruptamente, tem lugar entre os dias 12 e 17 de setembro e aguarda a presença de mais de 140 atletas de todo o Mundo. 

>> LÊ MAIS SOBRE O RANKING MUNDIAL (ATUALIZADO).

No historial do evento, embora muitos tenham chegado perto, como Gonçalo Faria, João Zamith, Rita Pires e João Barciela, entre outros; só dois atletas portugueses conseguiram vencer o confronto internacional em Sintra. São eles Manuel Centeno, em 2003, e Catarina Sousa, em 2009. Recorda o vídeo da edição 2003:

No que diz respeito a vitórias individuais, os atletas brasileiros levam claramente vantagem nas contas de somar. Neymara Carvalho já venceu a prova seis vezes (1999, 2002, 2003, 2004, 2007 e 2008), seguida de Isabela Sousa que “apenas” venceu quatro edições (2010, 2013, 2014 e 2016). 

Entre os homens, o domínio pertence a Uri Valadão. O brasileiro, antigo campeão mundial, já levantou o troféu por três vezes – em 2005, 2006 e 2011. Logo atrás, com duas vitórias, surgem o francês Pierre-Louis Costes, o brasileiro Guilherme Tâmega e o australiano Ben Holland. 

Por nações, o Brasil já conquistou vinte e quatro vitórias, entre a categoria masculino e feminina, deixando a Austrália no segundo lugar do ranking, com quatro vitórias, e a França em terceiro, com três conquistas. Na verdade, só em 2009 e 2012 não houve qualquer vitória de assinalar por parte de atletas canarinhos. 

As presenças dos campeões mundiais em título – Pierre-Louis Costes, Isabela Sousa e Dave Hubbard – já estão asseguradas pela organização para 2017. O período de inscrições encerra a 11 de setembro, véspera da prova, e só aí saberemos verdadeiramente quem veio a Sintra lutar pela vitória.

Hall of fame

2016 – Alan Muñoz (Chile) e Isabela Sousa (Brasil)

2015 – Pierre-Louis Costes (França) e Jessica Becker (Brasil)

2014 – Dave Hubbard (Havai) e Isabela Sousa (Brasil)

2013 – Lucas Nogueira (Brasil) e Isabela Sousa (Brasil)

2012 – Pierre-Louis Costes (França) e Miname Hatekayama (Japão)

2011 – Uri Valadão (Brasil) e Eunate Aguirre (País Basco)

2010 – Amaury Lavernhe (Ilha Reunião) e Isabela Sousa (Brasil)

2009 – Jeff Hubbard (Havai) e Catarina Sousa (Portugal)

2008 – Guilherme Tâmega (Brasil) e Neymara Carvalho (Brasil)

2007 – Luís Villar (Brasil) e Neymara Carvalho (Brasil)

2006 – Uri Valadão (Brasil) e Marina Taylor (Ilhas Canárias)

2005 – Uri Valadão (Brasil) e Kira Llewellyn (Austrália)

2004 – David Perez (País Basco) e Neymara Carvalho (Brasil)

2003 – Manuel Centeno (Portugal) e Neymara Carvalho (Brasil)

2002 – Nicolas Capdeville (França) e Neymara Carvalho (Brasil)

2001 – Jason Hazle (Austrália) e Soraia Rocha (Brasil)

2000 – Paulo Barcellos (Brasil) e Soraia Rocha (Brasil)

1999 – Philip Rodrigues (África do Sul) e Neymara Carvalho (Brasil)

1998 – Ben Holland (Austrália) e Mariana Nogueira (Brasil)

1997 – Guilherme Tâmega (Brasil) e Daniela Freitas (Brasil)

1996 – Ben Holland (Austrália) e Daniela Freitas (Brasil)

Comentários