Michael “Eppo” Eppelstun é um dos ícones mundiais do bodyboard e, muito provavelmente, a maior figura do bodyboard australiano.

Eppo apareceu em cena nos finais do anos oitenta e num par de anos conseguiu revolucionar o desporto, muito graças à sua abordagem que se pode considerar quase ao nível de um ginasta – entenda-se, aéreos altíssimos de pernas abertas tipo sapo!

De estilo explosivo e radical q.b., não demorou muito até conquistar o devido reconhecimento na imprensa especializada e a ver os seus desempenhos serem cobiçado pelos fãs do bodyboard.

Em 1993 ele não só se tornou campeão mundial como ainda foi o primeiro aussie a conquistar tão importante feito. Até então o campeonato em Banzai Pipeline só tinha conhecido campeões de origem havaiana…

A partir desse feito histórico, Eppo focou-se ainda mais em inovar e, além de aperfeiçoar os El Rollos duplos que já havia empreendido na prova de Pipe, inventou o ARS (Air Roll Spin) e o Backflip, que dispensam apresentações. Essas duas manobras foram um autêntico marco na evolução do desporto, em particular na competição, pois até aos dias que correm ainda são uma referência. Quem não as saiba fazer dificilmente conquistará um troféu.

O verão de ’93 ficou ainda marcado pelo lançamento de um filme – Eppo’s Freak Show. Filmado ao longo de seis meses por Chris Stroh, a película foi um tremendo sucesso e mostra bem as qualidades únicas que o australiano possuía no jogo aéreo. Eppo foi um inovador que mudou o curso do desporto e ainda serviu de inspiração para outros atletas do calibre como Sean Virtue e Jeff Hubbard, por exemplo.

Ele destacou-se também pela personalidade afável e humilde que ainda hoje é recordada. Vive na Austrália, com a sua família, e trabalha no ramo da construção civil (embora tenha tido durante muitos anos uma surf shop).

#MestresDoEstilo

Comentários